Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Agrião’ Category

A cozinheira está de dieta. Ora, que chatice. Para além de não poder comer coisinhas boas, também não tem coisinhas boas sobre as quais escrever. E ninguém quer ler um blog de dieta, com comidas muito parecidas umas com as outras, sem açúcar, sem sal, sem manteiga, sem sabor.

Mas fazer dieta é um bocado assim. Se for sempre assim, no entanto, ao fim de três dias eu já desisti. Portanto, há que encontrar alternativas, para manter a dieta e para manter o blog – duas resoluções importantes de ano (lectivo) novo. Vão aparecer menos receitas gulosas e mais receitas de baixas calorias, que podem sempre tornar mais calóricas com variação dos acompanhamentos, por exemplo. Quer-se é criatividade e variedade, que a monotonia só dá fome.

Então e para abrir as hostilidades e a guerra aos quilos, nada melhor que um franguinho grelhado. Mas diferente, que é para enganar o estômago.

.

Frango grelhado com salada de tomate e agriões

Ingredientes

(para 2 pessoas)

  • 2 peitos de frango
  • 2 colheres sopa de azeite
  • 1 colher sopa de açúcar mascavado (ou amarelo)
  • 1 colher chá (mal cheia) de paprika
  • 1 colher chá (mal cheia) de piri-piri
  • ½ colher chá de cominhos
  • ½ colher chá de sal
  • ½ colher chá de gengibre em pó

Misture todos os ingredientes acima (excepto o frango), num prato fundo. Junte os peitos de frango e unte-os bem com a marinada. Deixe repousar por, pelo menos, 1 hora.

Aqueça um grelhador ou uma frigideira anti-aderente até estar bem quente. Pegue nos peitos de frango e deixe-os escorrer ligeiramente (o azeite é quase só um veículo para as especiarias, a maior parte dele fica no prato). Grelhe-os, mas com o cuidado de não deixar secar.

Para a salada, corte tomates cereja (ou tomate normal) e junte folhas de agrião bem lavadas. Tempere com azeite, vinagre balsâmico, sal e folhas de manjericão rasgadas.

.

Confesso que não tenho grande jeito para saber quando a carne está pronta. Por isso, a meio acabei por cortar os peitos em pedaços mais pequenos, para garantir que não ficavam demasiado cozinhados por fora e crus por dentro. O importante é não deixar secar o frango. Servi ainda com ervilhas tortas, escaldadas muito rapidamente em água temperada com sal e manjericão.

Eu não gosto de agriões. Mas achei que nisto da dieta também devia comer mais ferro e coisas verdes que dizem que fazem muito bem. Aproveitei uns tomates-cereja madurinhos e salada com os agriões. Gostei do resultado, o doce do tomate quebra o amargo do agrião e faz uma salada bem fresquinha.

A receita desta marinada veio daqui. Já experimentei a receita completa e é muito saborosa, óptima para um piquenique. Mas não é muito amiga da balança. Desta vez fiquei-me pela marinada, que é deliciosa e transforma um peito de frango de dieta numa refeição que se come com prazer.

Read Full Post »